Uma conversa sobre 2030

Você precisa se preparar para ter uma conversa sobre como será o seu sustento e o daqueles que você ama num mundo pós pandemia.

conversa
converse sobre o futuro

Todos nós precisamos conversar sobre presente e futuro. A predição aponta para uma tecnologia barata em 2030 e para um trabalho muito diferente do que é hoje.

Muitos não conseguem conversar porque estão desatualizados. Outros, se sentem despreparados e o jovem está muito perdido.

Estamos todos ansiosos para saber mais de nós mesmos. Nossa expectativa era ter o auto retrato do Brasil atualizado em 2022, mas… Nada feito.

Então… Começamos esse post olhando para a revisão de 2019 do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas sobre perspectivas da população mundial. O desenho da Pirâmide Etária da ONU para o Brasil coincidiu com a projeção do IBGE para 2018 e mostrou o que já sabemos: que estamos envelhecendo, vamos viver mais e tivemos menos filhos.

A revisão das Nações Unidas mostra que somos seis gerações convivendo no Brasil. No topo da pirâmide etária estão os 5% com mais de 75 anos e os 15,3% entre 60 e 75 anos.

Entre os que estão com a mão na massa produzindo as riquesas do Brasil estão 22,12 % de tiozões (40 a 60 anos) e os 24,3% de tios antenados com idades entre 23 a 40 anos.

Por que é preciso conversar?

conversa
Todos estaremos juntos em 2030

Ser jovem e pensar no futuro já é desafiador. No meio de uma pandemia sanitária que acontece quando os avanços tecnológicos prometem mudar a forma de viver e trabalhar no planeta, é desesperador.

A turma que está no mercado de trabalho hoje precisa conversar com os profissionais que serão a tropa de frente daqui dez anos. Hoje os que tem entre 10 e 23 anos são 19,14% . Daqui dez anos serão todos maiores de 20, o mundo será diferente de agora, e toda essa turma estará aqui. É preciso conversar agora para seguir junto.

Efeito pandemia

A pandemia acelerou as mudanças e mudou previsões. As empresas aceleraram os processos e automatizaram muitas ocupações. Em consequência, muitas vagas de trabalho simplesmente não existirão mais.

Enquanto alguns estavam trabalhando remotamente, uma convulsão chacoalhou os negócios. A pandemia escancarou a volatilidade dos ambientes de negócios. E plena pandemia muitos negócios pararam ou quebraram e por isso as empresas e as pessoas tiveram que pensar diferente para sobreviver de novos serviços.

O trabalho em 2030

Não se sabe como será o mundo do trabalho em 2030. Mas tem em “gente grande” fazendo pesquisas para tentar entender as tendências da vida e do trabalho, como a consultoria PwC. Em uma pesquisa recente, ela registrou o que 32.500 trabalhadores no mundo pensam sobre o trabalho do futuro pós pandemia. Você pode checar os resultados no site da PwC. Foi lá que encontramos informações importantes.

Segundo a pesquisa, metade dos trabalhadores se sentem paralisados pela discriminação. Destes, 22% foram preteridos por sua idade – isso afeta trabalhadores mais jovens da mesma forma que os mais velhos.

Entre os incluídos no mundo digital, só 9% dos que estão trabalhando de casa querem voltar para os escritórios da empresa. A maioria quer dividir o trabalho nas modalidades presencial e remoto (72%). E 19% dos trabalhadores quer continuar a trabalhar remotamente.

PwC mapeou quatro possíveis cenários de trabalho em 2030

Vamos resumir o que entendemos desses cenários hipotéticos

Cenário 1

  • as empresas se voltam pra nichos;
  • a inovação será a tônica;
  • as empresas serão mais enxutas com estruturas mais horizontais.

Cenário 2

  • as empresas serão grandes, resultado de muitas fusões;
  • o trabalho será monitorado e a produtividade será a tônica;
  • só os talentos serão beneficiados.

Cenário 3

  • as empresas são voltadas para a sustentabilidade e responsabilidade social;
  • o controle de gastos e o não desperdício será a tônica;
  • terão colaboradores que contemplam a diversidade, e jornadas de trabalho flexíveis.

Cenário 4

  • as empresas nascem com investimento crowdfunding
  • a ética e transparência em toda a cadeia, inclusive de fornecedores será a tônica
  • será preciso ter relevância para a sobrevivência de empresas e profissionais

Como se preparar para a conversa

conversa
conversa

A conversa será sobre o futuro e a sobrevivência. Sobrevivência de quem está trabalhando e de quem vai voltar ou entrar no mercado de trabalho pós pandemia. Essa conversa precisa acontecer dentro dos lares, e para que frutifique é necessário que os todos conheçam mais sobre o 2030 e o que precisa ser ajustado.

Antes da conversa você terá que seguir um passo a passo para recuperar o tempo perdido. Você precisa rever de onde saímos e aprender para onde estamos indo. Precisa entender o poder dos avanços tecnológicos que estão aqui. Entender as possibilidades de cada um e as características de cada que está próximo e que vai ter que sobreviver junto.

Quer conversar mais?

Vou ajudar você a conversar de igual pra igual. É possível, gratificante e revelador.

Nathália Tramontina – CEO do Portal de Ideias

Deixe seu comentário. Queremos muito te ouvir. Suas ideias nos alimentam.

Portal de Ideias – Onde uma ideia leva a outra.

Deixe uma resposta